• Ana Paulaº Lappoñi

AURICULOTERAPIA: O PACIENTE PODE MENTIR, MAS A ORELHA NÃO MENTE!

Atualizado: 26 de Nov de 2020

Ok, você não faz ideia do que é a auriculoterapia. Tudo bem, muita gente não sabe. Para começar, é uma palavra uma pouco estranha, que não se ouve por aí todo dia. Mas se eu começar a explicar você logo se lembrará de alguém que já fez esse tipo de tratamento.


A auriculoterapia é uma técnica oriental em que agulhas ou sementes são usadas para pressionar pontos específicos da orelha. E assim, aliviar dores e tratar problemas físicos e psíquicos.


Veja este vídeo curtinho em que trato dois pacientes com auriculoterapia:




Agora ficou bem mais fácil de entender, né? Mas vou te contar neste post todos os detalhes sobre essa técnica milenar. Quero que você acabe a leitura conhecendo todos os benefícios da auriculoterapia para a saúde. Vamos lá?


Auriculoterapia: como e onde toda essa história começou?


A auriculoterapia é mais uma das soluções da Medicina Tradicional Chinesa. E é muitooooo antiga! Existem citações sobre essa técnica em registros das dinastias Tang, Ming e em materiais escritos por Hipócrates, considerado o pai da medicina.


O método começou a ser usado na era moderna por “acidente”. Durante escavações arqueológicas na província chinesa de Hu Nan, foram encontrados diversos documentos que relacionavam os canais existentes nas orelhas a diversas partes do corpo humano.


Em 1958, o médico francês Paul Nogier publicou seus estudos sobre auriculoterapia e estabeleceu uma relação entre a orelha e um feto em posição fetal, de cabeça para baixo. Talvez você já tenha visto esta imagem:


Foi assim que Paul Nogier demonstrou a existência de uma sincronia entre o formato da orelha e o de um corpo prestes a vir ao mundo. A partir desta data os médicos ficaram muito estimulados a estudar os benefícios da auriculoterapia.




Uma médica chinesa que cura várias doenças utilizando auriculoterapia!


Também posso citar como grande exemplo a doutora chinesa Huang Li Chun, que estuda o método há 50 anos e desenvolveu seu próprio mapa auricular, tendo aplicado e protocolado a auriculoterapia para o tratamento de diversas doenças.


Uma frase dela se tornou muito popular:


“O paciente pode mentir, porém a orelha nunca mente!”


Assista este vídeo incrível em que a dra. Huang Li Chun utiliza a auriculoterapia para recuperar a visão de um paciente:




E como esse tratamento é feito? Para quais doenças é recomendado?


A auriculoterapia é como uma “prima” da acupuntura. Os métodos são bem semelhantes. A auriculoterapia, aliás, é oficializada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma terapia de microssistema.


O método é muito popular na China e é cada vez mais usado no Brasil. Eu vejo na rua, com muita frequência, pessoas com esparadrapos nas orelhas. O uso em crianças e adolescentes é muito comum, por ser uma terapia indolor e muito eficaz. É muito bom fazer a sangria na orelha!


Em minha clínica de shiatsu, acupuntura e medicina tradicional chinesa em Pinheiros, o Ana Paulaº Lappoñi Espaço Terapêutico, aplico essa técnica cada vez mais, isoladamente ou em conjunto com outras terapias orientais.


Quando atendo um paciente com uma dor aguda, torcicolo ou mau jeito nas costas, a primeira terapia que utilizo é a sangria na orelha. Ela tem o poder de desinflamar, ativar a circulação, eliminar estagnações e funciona como um anti-inflamatório e analgésico natural.


Durante a aplicação da terapia, o paciente costuma relatar uma melhora imediata.


Não é mágica! É auriculoterapia!





Por que o tratamento começa pela orelha?


É uma questão de estratégia e de experiência. Eu sei que mexer na região da dor tem pouco efeito nos casos em que o incômodo é muito grande. Se a dor é no estômago e um simples toque com o dedo faz o paciente lacrimejar, mexer nesta área só vai aumentar o sofrimento.


Então, a melhor solução é utilizar a técnica da sangria, começar o tratamento furando a orelha. Eu estou, assim, preparando o terreno para poder examinar e usar outra terapia local como a acupuntura. A combinação destas duas técnicas funciona muito bem.


Auriculoterapia: o que fazem estes pontos na orelha?


Os pontos auriculares conectam os órgãos internos, os canais de acupuntura, os diversos tecidos do nosso corpo, os ossos e membros. Quando colocamos um ponto na orelha, estamos levando Qi para aquele ponto e tratando aquela região correspondente.


E o que é possível tratar assim? Bastante coisa!


Vou relacionar os principais problemas de saúde que podem ser atenuados ou eliminados com a auriculoterapia:


- Dor de cabeça

- DTM (disfunção temporomandibular)

- Dor de garganta

- Alergias

- Rinite

- Sinusite

- Febre

- Dor de estômago

- Dores na cervical

- Ombro

- Lombar

- Ciatalgia

- Dor no joelho

- Insônia


Onde não pode faltar o complemento com auriculoterapia: dores de cabeça, insônia, dor de estômago, dor na cervical, dor no ombro, dor na lombar, ansiedade. Sempre incluo no tratamento as sementes nestes casos! E pessoas que não suportam agulhas podem ser tratadas com auriculoterapia e fitoterapia, por exemplo.





Aprendeu tudo sobre auriculoterapia? Tem mais alguma dúvida?


Se precisar tirar dúvidas sobre auriculoterapia ou qualquer outra técnica oriental, pode me ligar ou mandar um WhatsApp para (11) 99141-1712.


Também pode clicar aqui e mandar uma mensagem.


O Ana Paulaº Lappoñi Espaço Terapêutico, minha clínica de acupuntura em Pinheiros, fica na Rua João Moura, 661, conjunto 63, pertinho do metrô Oscar Freire.


Eu escrevo estes textos como forma de ajudar as pessoas a compreenderem melhor seus problemas de saúde, estimulando a busca por bem-estar e qualidade de vida.


O conhecimento é sempre o primeiro passo em uma jornada rumo à cura!


Espero ter ajudado! Conte sempre comigo! Até a próxima!

49 visualizações0 comentário