• Ana Paulaº Lappoñi

O QUE É BOM PARA INSÔNIA? 4 TRATAMENTOS DA MEDICINA ORIENTAL!

As buscas por tratamentos que combatem a dificuldade para dormir dispararam durante a quarentena. Mas a falta de sono não é um problema novo. É um mal que atinge 45% da população do planeta, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O que é bom para insônia? Existe cura? Bom, em nossa clínica de medicina chinesa em Pinheiros, tratamos a insônia com quatro terapias orientais diferentes: acupuntura, tui na, shiatsu e auriculoterapia. Vamos falar sobre cada uma delas!


Quais são as causas da falta de sono?


Mas antes de mostrar o que é bom para insônia, temos que explicar como o problema surge. A medicina tradicional chinesa diferencia a insônia em 6 síndromes.


Síndrome é um conjunto de sintomas e sinais que o paciente apresenta. Ao invés de sermos muito técnicos aqui, podemos dizer em linhas gerais que a insônia está relacionada à desordem do funcionamento energético dos seguintes órgãos: coração, rim, baço, fígado, vesícula biliar ou estômago.

O que vai nos dizer qual ou quais órgãos estão envolvidos será a característica da insônia: dificuldade para pegar no sono, sono leve, sonhos agitados ou pesadelos, além dos sintomas que a acompanham, como ansiedade, irritabilidade, sudorese noturna, dor na lombar ou joelhos, palpitação, anorexia, cansaço, distensão abdominal, opressão torácica e dor de cabeça.

O que é bom para insônia então? É o que vamos ver agora! Não se preocupe muito com os nomes das seis causas, que podem ser incompreensíveis para quem é leigo. Em uma rápida consulta no Ana Paulaº Lappoñi Espaço Terapêutico nossos profissionais terão condições de avaliar seu quadro, diagnosticar a causa e receitar um tratamento. Clique aqui para agendar uma consulta, que pode até ser virtual.


O que é bom para insônia: os tratamentos!


Finalmente, vamos detalhar o que é bom para insônia e está ao seu alcance agora. Resolver o problema e voltar a ter uma noite tranquila só depende de você – com a nossa ajuda, é claro!☺


O primeiro tratamento para insônia é o tui na, e já falamos sobre ele neste outro artigo que você pode ler clicando aqui. É uma terapia que envolve toque. Fazemos algumas manobras no rosto do paciente, percorrendo a face e deslizando pela testa. Nós usamos os polegares e intercalamos diferentes intensidades de pressão. É uma técnica que provoca um relaxamento e que traz muito resultados no combate à insônia.


O segundo tratamento para insônia é a acupuntura, que tem a missão de resgatar o equilíbrio do organismo. A aplicação das agulhas em pontos específicos do corpo libera neurotransmissores como a serotonina, que fazem o organismo relaxar.


O terceiro tratamento para insônia utilizado em nossa clínica de terapias orientais em Pinheiros é a auriculoterapia, que é um tipo de acupuntura realizada por pontos reflexos da orelha. Os estímulos provocados pelas agulhas atingem o órgão que necessita de tratamento. Estudos comprovam que a técnica é capaz de melhorar a qualidade do sono em 90% dos casos.


E o quarto tratamento para insônia é o shiatsu, que já abordamos neste outro artigo. O shiatsu tem poderes curativos usados com sucesso contra vários males, inclusive a insônia.


Não adianta descobrir o que é bom para insônia sem mudar o estilo de vida!


Este é um ponto super importante. Você está disposto a mudar? Porque a medicina chinesa tem papel importante na cura, mas não age sozinha. Muitas vezes, também é preciso alterar um pouco o estilo de vida. Vários hábitos influenciam na qualidade do sono:


- Beber café, chá ou refrigerante antes de dormir


- Jantar muito tarde e logo ir para a cama


- Mexer no celular enquanto pega no sono


- Levar uma vida estressante


Existem muitos outros fatores além desses e, talvez, você também tenha que mudar seu comportamento.


Clínica de terapias orientais em Pinheiros


Se você tem dificuldade para dormir, pode contar com a ajuda dos terapeutas do Ana Paulaº Lappoñi Espaço Terapêutico. Nossa clínica de medicina chinesa em Pinheiros, localizada na Rua João Moura, 661, sala 63, fica bem pertinho do metrô Oscar Freire.


ATENÇÃO: Estamos abertos durante a quarentena, respeitando as determinações da OMS e do Sindicato dos Acupunturistas e Terapeutas Orientais do Estado de São Paulo (Satosp). Só atendemos com hora marcada e com um intervalo de 60 minutos entre a saída de um paciente e a chegada de outro. Nesse intervalo, a clínica é totalmente higienizada.


Se quiser agendar uma consulta, clique aqui e mande sua mensagem. Ou ligue agora para (11) 99141-1712.

27 visualizações

© 2019 por Lu Costa Design